tpmmm

Tensão Pré-Menstrual TPM x Dieta

A maioria das mulheres passa pela fase mais tensa do mês, né? A famosa TPM, tensão pré-menstrual, que os namorados, maridos e familiares conhecem bem..

Você sabe o que acontece no organismo das mulheres durante essa fase?

Diferente dos homens, as mulheres não possuem uma concentração única de hormônios. Eles variam de acordo com cada período referente ao ciclo menstrual. Assim que a menstruação termina, tem início a produção de estrógeno, que atinge o pico ao redor do 14º dia do ciclo, quando começa a cair, e a produção de progesterona aumenta.

Tirando a oscilação hormonal, podemos contar também com a mudança no quadro de enzimas do nosso organismo, que aumentam e diminuem.

A TPM é um conjunto de sintomas físicos e emocionais que ocorre nos dias que antecedem a menstruação. Há mulheres que sentem os efeitos 15 dias antes e outras de um a dois dias antes.

tpmmm

Entre os sintomas mais conhecidos estão dores nas mamas, inchaço, aumento do apetite, ansiedade, irritação, dores de cabeça, depressão, entre outros. Esses sintomas chegam a atingir em média 70% das mulheres.

O que isso interfere em nossa rotina?

Uma das enzimas afetadas é a serotonina, responsável pelo controle do humor e do apetite. Neste período a produção é reduzida, explicando assim o aumento da irritabilidade, o apetite incontrolado e a famosa vontade de doces.

E o inchaço? Esse sintoma é causado pelo aumento da produção de progesterona, podendo ocasionar o ganho de “peso”, de 1 a 2kg em média.

Outro mineral que fica em baixa nessa fase é o cálcio. Como ele alivia contrações musculares, pode ser um grande aliado para as terríveis cólicas.

Os sintomas tendem a desaparecer com o fim deste período, mas se persistirem um médico deve ser procurado.

Como a dieta pode me ajudar neste período?

Neste período a ingestão de líquidos (água, água aromatizada, chás..) é uma ótima opção para impedir o  inchaço (edema), reduzindo também o consumo de sal e sódio.

Já para o alívio das cólicas, o consumo de alimentos fontes de cálcio, como leite e derivados, é uma boa solução. A vitamina D, que também ajuda aumentar o cálcio, é uma boa aliada, podendo ser “aumentada” com a prática de atividades físicas ao ar livre, ao sol.

E para a tensão, depressão e irritabilidade?

Nada melhor do realizar algo prazeroso para melhorar esses sintomas. O que mais se recomenda é o exercício aeróbico, mas nem todas podem fazê-lo. No entanto, andar a pé ou de bicicleta em volta do quarteirão, arrumar o jardim ou dançar também resolve. O importante é descarregar a tensão e a ansiedade. E pronto! Quanto menos você esperar, esse período já terá passado!

Comentários

There is no ads to display, Please add some

Publicado por

facebook-profile-picture

Nathália Espin

Nathália Espin, 23 anos, formada em Nutrição e pós-graduada em Bases Nutricionais do Esporte – Nutrição Esportiva. Atua na área de Nutrição Clínica com esportistas e atletas de diversas modalidades, além de crianças, obesos, gestantes, idosos, ou seja, todos aqueles que buscam melhora na qualidade de vida. Apaixonada pelas incríveis transformações que uma boa alimentação é capaz de fazer na saúde, mente e corpo. Email: nutri.espin@gmail.com Instagram: @nutriespin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>