Potencializando seus resultados com o método pilates

 

O Pilates foi criado pelo alemão Joseph Pilates, vítima de bullying na infância por sofrer de raquitismo, asma e febre reumática. Seu destino seria ficar numa cadeira de rodas. Autodidata, desenvolveu um método que fugia dos padrões de exercícios da época para combater sua doença e assim criou o método Pilates.

Um dos objetivos mais importantes do Pilates é o realinhamento postural. Os exercícios, somados ao ganho de força e flexibilidade, implicam diretamente na aquisição de uma boa postura.  Muitas vezes as dores no corpo são consequência de uma postura inadequada e melhoram e até desaparecem com a prática desta modalidade.

Os movimentos realizados no Pilates proporcionam o alongamento e a fortificação do corpo de forma integrada e individualizada.

Afinal, quais os benefícios que o Pilates trás?

 – Mais flexibilidade;

– Ganho de mobilidade articular;

– Melhora da densidade óssea;

– Alívio do stress;

– Melhoria da postura aliviando dores articulares;

– Mais consciência corporal;

– Melhoria da qualidade do sono;

– Fortalecimento da região do CORE (abdômen, coluna e quadril).

 

Com um bom acompanhamento profissional (fisioterapeutas ou educadores físicos) e uma frequência contínua, os resultados são evidentes logo nas primeiras 10 aulas do método.

Por ser um trabalho individualizado, o método pode ser praticado por um público de diferentes idades e objetivos.

Renan, o idealizador deste blog, irá colocar o método em seu novo reality visando melhorar ainda mais seu corpo e potencializar seus resultados. Fiquem ligados!

Comentários

There is no ads to display, Please add some

One thought on “Potencializando seus resultados com o método pilates

  • 21 de outubro de 2014 at 01:36
    Permalink

    Outstanding goods of you and continue within the blog page in the same way.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>